Conclusões da advogada-geral E. Sharpston apresentadas em 31 de outubro de 2019.