Recurso interposto, em 30 de Maio de 1997, por Daniel Varas Carrión contra o Conselho da União Europeia (Processo T-168/97)