Acórdão do Tribunal Geral (Nona Secção) de 10 de dezembro de 2014  .